Buscar
  • Almeida & Carlos

AUXÍLIO-RECLUSÃO

Atualizado: 24 de Nov de 2018


Quem recebe o auxílio-reclusão?

É um benefício que existe para garantir amparo à família do segurado recluso de baixa renda que contribui para o INSS durante sua vida laboral.

O benefício está previsto no Regime Geral de Previdência Social Lei de nº 8.213 de 91 e no decreto 3048/99.

A Carta Magna 1988, em seu artigo 201, Inciso IV demonstra esta possibilidade vejamos:

IV - salário-família e auxílio-reclusão para os dependentes dos segurados de baixa renda; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, de 1998).


Quem recebe o benefício?

É a família do preso.


Quais são os requisitos pra ter direito ao benefício?

  • ter qualidade de segurado na data da prisão

  • comprovar que é dependente do segurado recluso

  • Para cônjuge ou companheira: comprovar casamento ou união estável na data em que o segurado foi preso;

  • Para filhos e equiparados: possuir menos de 21 anos de idade, salvo se for considerado como inválido ou for deficiente;

  • Para os pais: comprovar dependência econômica;

  • Para os irmãos: comprovar dependência econômica e idade inferior a 21 anos de idade, salvo se for considerado como inválido ou for deficiente.

  • estar preso em regime semiaberto ou fechado

  • o segurado recluso não pode estar recebendo salário, nem outro benefício do INSS.

  • que o último salário de contribuição do recluso, seja até R$ 1.319,18(PORTARIA N°15, DE 16/01/2018)

  • carência do auxílio-reclusão independe da quantidade de contribuições ao INS. Basta que haja uma contribuição, desde que permaneça na condição de segurado.

  • O benefício é mantido enquanto o segurado permanecer detento ou recluso.

Obs: O dependente deve comprovar trimestralmente a condição de presidiário do segurado.


Qual o valor do benefício?

Os sistemas do INSS calculam o valor dos benefícios previdenciários da seguinte forma: são utilizadas todas as contribuições previdenciárias que o segurado realizou, mas retiradas as 20% menores, a média aritmética dessa conta corresponde ao valor do benefício.

A finalidade é garantir melhores condições para os segurados e seus dependentes. E por isso pode ocorrer de o valor recebido pelos dependentes do segurado recluso ser maior que R$ 1.319,18.


Casos de Suspensão de pagamento do benefício?

· Em caso de fuga

· Recebimento de auxílio doença

· Se o dependente deixar de apresentar atestado trimestral, firmado pela autoridade competente.


Casos de Cessação do Benefício?

  • Perda da qualidade de dependente

  • Se o segurado passar a receber aposentadoria

  • Pelo óbito do segurado


Para maiores informações agende uma consulta!

Fonte: inss.gov.br / jus.com.br

39 visualizações
 

Almeida & Carlos Advogados Associados

Whatsapp: (65)99256-1287

Em novo endereço: Avenida Jorge Witzak nº 149 - Cristo Rei - Várzea Grande-MT- ao lado da Top Letras
(65) 99256-1287

©2018 by Almeida & Carlos Advogados Associados.