top of page
Mesa do Juiz

CONHEÇA A REVISÃO DA VIDA TODA 

Analisamos se você tem direito à revisão da vida toda e cuidamos de todo o processo para você. 

  • Facebook
  • Instagram

Revisão da Vida Toda. O Que é e Quem Tem Direito?

A Revisão da vida toda é uma espécie de revisão que considera todo período contributivo do segurado. 
Antes, a aposentadoria era calculada apenas com os 80% maiores salários de contribuições a partir de julho de 1994. Ou seja, as contribuições antes de julho de 1994 não entraram no cálculo das aposentadorias concedidas até 13/11/2019. 


Assim, prejudicando quem ganhava bem antes de 1994, e ou que contribuiu poucas contribuições para o INSS depois de julho de 1994. 
A tese Firmada pelo STF, possibilita que o segurado faça a inclusão de todos os salários de contribuição anteriores a julho de 1994 no cálculo do benefício. Assim, alguns segurados podem se beneficiar com a revisão e aumentar significativamente o valor de sua aposentadoria. A revisão pode beneficiar principalmente os segurados que: 


 

1.    Possuir contribuições anteriores a julho de 1994; 
2.    Ganhava bem antes de 1994;
3.    Possui poucas contribuições depois de 1994;
4.    Ter se aposentado entre 29 de novembro de 1999 e 13 novembro de 2019; 
5.    Estar recebendo o benefício mensal há menos de 10 anos [prazo decadencial].

Para verificar a viabilidade da tese, é indispensável a realização do cálculo de renda mensal inicial. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quem tem direito a revisão da vida toda?


Os segurados que recebe algum dos benefícios abaixo, concedidos até 13/11/2019, e desde que não tenha transcorrido mais de 10 anos da data do início do primeiro pagamento: 


1.    Aposentadoria por idade;
2.    Aposentadoria por tempo de contribuição;
3.    Aposentadoria especial;
4.    Aposentadoria por invalidez;
5.    Auxílio Acidente;
6.    Auxílio Doença;
7.    Pensão por morte.

Quais documentos são necessários para fazer a revisão da vida toda?


Os documentos necessários para a revisão são:


1.    Carteira de Trabalho;
2.    Guia da GPS;
3.    Certidão de Tempo de Contribuição (Município, Estado, União);
4.    CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) completo;
5.    Carta de concessão de benefício;
6.    Processo administrativo no INSS;
7.    Microfichas (para aqueles que realizam eram contribuinte individual); 
8.    Relação Anual de Informações Sociais (RAIS); 
9.    Entre outros a depender de cada caso. 

Após a análise desses documentos e do cálculo se mostrar favorável, o especialista poderá entrar com a ação judicial para reaver os valores do seu benefício.

O que é preciso fazer antes de entrar com a ação judicial? Quem devo contratar?


A Revisão da Vida Toda pode trazer benefícios a muitos aposentados, no entanto antes de entrar com a revisão na justiça se faz necessário a: 


1.    Realizar cálculo para ter certeza que a revisão é vantajosa para você;
2.    Contrate um advogado especialista em direito previdenciário em especial aqueles que trabalham com revisões de benefícios, pois, são muitas peculiaridades a ser observada. Além de um cálculo bem elaborado. 

Fundo cinza ondulado

A Revisão da Vida Toda pode mudar a sua vida.

A Almeida & Carlos advocacia analisa se você tem direito à revisão da vida toda, sendo viável a revisão entramos com o processo judicial para você não perder a oportunidade de ter uma aposentadoria melhor.

4.png

Endereço

Av. Vereador Jorge Witzak, 149
Várzea Grande, MT, CEP 78118060

  • Instagram
  • Facebook

Acesse nossas redes sociais:

bottom of page